Agentes de combate a endemias promovem blitz educativa para conscientizar sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti em Costa Rica

Agentes de combate a endemias promovem blitz educativa para conscientizar sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti em Costa Rica
No dia 29 de novembro, os agentes de combate a endemias de Costa Rica realizaram uma blitz educativa com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância de combater o mosquito Aedes aegypti, principalmente no período chuvoso. A ação ocorreu próximo ao Mercado do Produtor Euzébio Paulino de Oliveira, localizado na área central da cidade.
 
Conforme o coordenador, Geandro dos Santos Almeida, durante a blitz, os agentes distribuíram panfletos com informações sobre os riscos e prevenção contra o mosquito transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya. A intenção foi chamar a atenção da população para a necessidade de eliminar os criadouros do Aedes aegypti em suas residências e locais de trabalho.
 
Além da blitz educativa, os agentes de combate a vetores também realizam visitas domiciliares para vistoriar possíveis focos do mosquito e orientar os moradores sobre como evitar a proliferação do inseto. Outra ação importante é o arrastão de limpeza, em que os agentes percorrem a cidade para remover possíveis criadouros do mosquito.
 
A campanha de orientação também conta com afixação de cartazes em estabelecimentos comerciais, com o intuito de alcançar um maior número de pessoas e conscientizá-las sobre os cuidados necessários para evitar a propagação do Aedes aegypti.
 
Essa ação que contou com a presença da Policia Militar, faz parte das medidas adotadas pela Prefeitura de Costa Rica, por meio da Secretaria de Saúde, para combater o mosquito transmissor de doenças. A iniciativa busca mobilizar a população e garantir que todos tenham conhecimento sobre a importância de eliminar os criadouros do Aedes aegypti, especialmente nesse período em que as chuvas favorecem a sua reprodução.
 
O secretário de Saúde, Jovenaldo Francisco dos Santos ressalta que o combate ao mosquito Aedes aegypti é responsabilidade de todos e que a participação ativa da população é fundamental para efetivamente reduzir os casos de dengue, zika vírus e chikungunya na cidade. Portanto, é importante que cada cidadão faça a sua parte, eliminando recipientes que possam acumular água parada e adotando medidas de prevenção, como o uso de repelentes e telas de proteção nas residências.
 
A Secretaria de Saúde reforça que a luta contra o Aedes aegypti é uma batalha contínua e que a conscientização da população é essencial para garantir um ambiente livre de doenças transmitidas pelo mosquito. Com a participação ativa de todos, é possível combater o mosquito e preservar a saúde da população de Costa Rica.
 
 
Fonte: Assessoria de Comunicação / PMCR
Autor: Silvestre de Castro - Jornalista e Radialista